Programa Rede Jovem cria Projeto de Cartografia Participativa (Wikimapa)

Um novo e audacioso projeto de cartografia participativa foi implantado no Rio de Janeiro pelo Programa Rede Jovem. Trata-se do WIKIMAPA que tem por objetivo construir um mapa virtual georeferenciado de ações e ativos, alimentado de forma colaborativa pelos mais diversos participantes, por meio do telefone celular ou internet. Com o wikimapa é possível inserir e/ou consultar informações sobre diferentes lugares (escolas, hospitais, igrejas, clubes, bares, lan houses e etc) do país e editar comentários e referências sobre os locais já mapeados, compartilhando informações e conhecendo novas possibilidades de entretenimento, lazer, educação, saúde, cultura, entre outros.
Inicialmente 5 comunidades do Rio de Janeiro foram selecionadas e aprovadas pelo Programa Novos Brasis do Instituto Oi Futuro para o projeto. São elas: Complexo da Maré, Complexo do Alemão, Cidade de Deus, Pavão-Pavãozinho e Santa Marta.

O diferencial do projeto é o mapeamento de ruas e vielas de comunidades de baixa renda – até então não realizado pelos serviços de pesquisa e visualização de mapas na internet – além do mapeamento de ativos dessas comunidades, realizado pelos próprios moradores. Cada jovem selecionado é responsável por percorrer diariamente sua comunidade, mapeando as oportunidades e publicando, via celular, essas informações em uma base de dados online para divulgação.

Os jovens receberam treinamento técnico e de redação, além de oficinas para aprendizado de técnicas que aperfeiçoam a qualidade das publicações. Cada um tem metas semanais de publicações. O participante com maior número de publicações aprovadas, ao fim do projeto, ganhará uma bolsa de estudos em uma faculdade de jornalismo (se aprovado no vestibular).

O WikiMapa subverte a lógica da cartografia oficial e mesmo as experiências de mapeamento compartilhado de criminalidade que podem agir como perpetuadores de preconceitos. Enquanto softwares para GPS´s no Rio são programados para evitar as áreas de baixa renda, o WikiMapa constrói a paisagem da cidade a partir de outros pontos de partida.

Trata-se de uma nova experiência brasileira na área de PGIS ou SIG Participativo, tão pouco difundido aqui no Brasil, principalmente no meio urbano. Mais que um mapeamento compartilhado de aparatos urbanos, o WikiMapa recoloca o debate sobre as formas como a tecnologia pode servir para reduzir abismos sociais. Dando visibilidade ao que não é visível para a cidade formal, o projeto envolve de uma só vez questões como auto-estima, acesso à informação e ao lazer e, principalmente, a apropriação das novas tecnologias como instrumento de ação social.

O wikimapa pode ser acessado no seguinte link: http://wikimapa.org.br/

Fonte: Obervatório das Metrópolis (http://observatoriodasmetropoles.net) acessado em 10/08/2009

Exibições: 129

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

#Eval4Action

Siga-nos no Facebook!

© 2021   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}