Secretaria de Planejamento SEPLAN da Bahia PROMOVE 1º SEMINÁRIO DE MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

Com o propósito de ampliar as competências das equipes técnicas dos órgãos públicos do Estado da Bahia envolvidos com a metodologia de monitoramento e avaliação dos programas de governo, foi realizado, nesta quarta-feira (31), no Gran Hotel Stella Maris, o 1º Seminário de Monitoramento e Avaliação de Programas de Governo: Experiências de Sucesso. O evento, organizado pela Superintendência de Gestão e Avaliação (SGA), da Secretaria do Planejamento (Seplan), trouxe técnicos de outros estados e do governo federal para relatar suas experiências, com seus entraves e pontos fracos.

O seminário foi aberto pelo secretário da Seplan, José Sergio Gabrielli, que falou sobre os desafios de implantar um processo de monitoramento e avaliação. O primeiro deles é a resistência das secretarias executoras, que encaram a prática como uma intrusão para controle do seu trabalho. O secretário, entretanto, destaca que a visão externa, de quem faz políticas públicas deveria ser de que o monitoramento traz dimensões múltiplas e traz melhorias na execução de políticas públicas. 

Outro desafio, acrescentou Gabrielli, é para as secretarias sistêmicas, a exemplo de Planejamento, Fazenda, Relações Institucionais e Casa Civil, as quais devem usar como fonte de dados e informações os relatórios operacionais das secretarias finalísticas. “Para não sobrecarregar e atrapalhar quem está na outra ponta, devemos ser aderentes às rotinas normais”, mencionou Gabrielli.

Indicadores

Para Gabrielli, o processo de amadurecimento da metodologia de monitoramento e avaliação passa também pela necessidade de aprimorar os indicadores utilizados. Ele explica que além dos insumos, como números e valores gastos, é preciso incluir indicadores qualitativos, que possam apontar se os resultados obtidos foram os mais eficientes e se o resultado almejado é realmente o melhor. “A função de monitoramento é fundamental para o planejamento funcionar. Porém, é preciso ter metas e prazos, que são dois problemas para planejar”, acrescenta Gabrielli.

A superintendente da SGA, Maria Lúcia Carvalho, fez uma exposição sobre a política de monitoramento e avaliação na Bahia, que começou a ser desenvolvida no ano passado, com a contratação de uma consultoria. “O monitoramento e a avaliação integram o ciclo de planejamento, mas por muito tempo a Bahia se concentrou no orçamento e execução. Isso agora começa a mudar”, comemora Carvalho. Num projeto-piloto, foram realizadas 90 oficinas e 20 programas tiveram sua metodologia de monitoramento desenvolvida.

Outros estados

As experiências do governo federal e dos estados de Pernambuco e de Minas Gerais foram apresentadas durante o seminário, que contou com a participação da secretária adjunta do Ministério de Desenvolvimento Social, Paula Montagner, do secretário executivo de Desenvolvimento do Modelo de Gestão da Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Maurício Cruz, e da coordenadora do Núcleo de Avaliação, Análise e Informação do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas Gerais, Gláucia Macedo. 

Maurício Cruz proferiu a palestra ‘Transformando a Gestão Pública em Pernambuco’, na qual revelou detalhes da construção e instalação do modelo de gestão em Pernambuco. “É um modelo diferente, porque foi construído de forma customizada, olhando para as necessidades de Pernambuco. O segredo é que é um modelo simples”, esclareceu Cruz. 

Em linhas gerais, ele explica que o planejamento parte dos programas de governo e da oitiva da população, a partir dos quais é gerado um mapa de estratégias. Neste estão enumeradas as metas prioritárias do governo, as quais, por sua vez, estão contempladas na ação orçamentária. Segundo Cruz, em 2012 foram estabelecidas 650 metas, cuja execução é acompanhada em reuniões semanais pelo próprio governador.

Fonte: http://www.comunicacao.ba.gov.br/noticias/2012/10/31/seplan-promove..., acessado em 31.10.2012

Exibições: 401

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Comentário de Guilherme Costa Pereira em 5 novembro 2012 às 18:48

Obrigado, Alacir!

Comentário de ALACIR DANTAS em 1 novembro 2012 às 15:41

Prezado Anderson,

Por solicitação de nossa superintendente de Gestão e Avaliação da Secretaria do Planejamento, Dra. Maria Lucia Carvalho, informo que o material está disponibilizado no site a Seplan. WWW.seplan.ba.gov.br

Saudações

Alacir Dantas (Nana)

Superintendencia de Gestão e Avaliação - SGA

Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia - SEPLAN

Comentário de ANDERSON ANSCIMENTO NUNES em 1 novembro 2012 às 15:00

Boa Tarde,

Seria possível os expositores ou a organização  deste evento ser consultado, sobre o possível disseminação do material que acredito ter sido um dos mas ricos, dentro outros que temos na rede.

Será possível essa divulgação te mesmo com os contatos.

Associe-se

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Pessoal, todas as edições da Revista estão aqui na Plataforma, mas alguns membros se queixaram da dificuldade de localizar os números anteriores. Então, estou abrindo aqui essa janela novamente e colocando todos os números aqui.

A boa notícia é que estamos planejando retomar a Revista em 2020. Aguardem! 

A Diretoria

Revista_BMA_1.pdf

Revista_BMA_2.pdf

Revista_BMA_3.pdf

Revista_BMA_4.pdf

Revista_BMA_5.pdf

Revista_BMA_6.pdf

Revista_BMA_7

Revista_BMA_8

Revista_BMA_9

Siga-nos no Facebook!

Últimas atividades

Sidney Kelly Santos é agora um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação
sexta-feira
Fambre curtiu a postagem no blog Fundação João Pinheiro abre inscrições para a Especialização em Monitoramento e Avaliação de carolina proietti imura
quinta-feira
Cristine Ferreira Gomes Viana atualizaram seus perfis
quarta-feira
Ícone do perfilRonald Gordon, Alice Botler, Rodrigo Carrijo Lino e mais 1 pessoas entraram em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação
quarta-feira

© 2020   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}