Consulta pública sobre indicadores do SUS termina amanhã

7/06/2011 , às 16h11 


A sociedade ainda pode contribui para aprimorar o projeto que pretende avaliar o Sistema Único de Saúde sobre o aspecto do acesso e da qualidade 

Amanhã (08/06) é o último dia para participar da consulta pública referente ao Programa de Avaliação para a Qualificação do Sistema Único de Saúde (SUS). O texto está disponível no endereço http://www.saude.gov.br/consultapublica desde o dia 8 de abril. A proposta de consulta pública faz parte da Política de Monitoramento e Avaliação para a Qualificação do SUS que deve ser implementada pelo Ministério da Saúde este ano. As sugestões deverão ser encaminhadas, exclusivamente, para demas@saude.gov.br, especificando o número e o nome da Consulta. 

Até o último dia 9 de maio, a consulta pública contou com 20 colaboradores que enviaram 49 contribuições. O programa proposto estabelece modelo para avaliar o desempenho dos sistemas de saúde do SUS nos níveis municipal, estadual e federal. Mensurar o desempenho é essencial para avaliar o quanto os sistemas de saúde conseguem influenciar na promoção da saúde, na prevenção dos riscos e tratamento das doenças. 

A avaliação tem por base uma composição de indicadores oriundos, principalmente, do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) e o Sistema de Informação Hospitalares (SIH). 

Depois de apresentadas, as sugestões serão avaliadas pelo Departamento de Monitoramento e Avaliação da Gestão do SUS do Ministério da Saúde, em conjunto com uma vasta comunidade de especialistas, é que vai elaborar a versão final consolidada do Programa de Avaliação para Qualificação do SUS. 

Transparência - A nova ferramenta dará transparência à qualidade dos serviços e ações prestados pelo SUS e permitirá o aprimoramento do sistema, uma vez que, ao se identificar as deficiências, será possível propor ações de correção e direcionar os investimentos de forma mais eficiente. 

O programa tem por meta avaliar o desempenho dos sistemas de saúde que são componentes do SUS em sua abrangência municipal e regional, a partir daí, buscar o aperfeiçoamento do sistema, subsidiando os gestores municipais, estaduais e federais na tomada de decisões. 

O método de avaliação que está sendo proposto tem como inspiração o Projeto Desenvolvimento de Metodologia de Avaliação do Desempenho do Sistema de Saúde Brasileiro (Pro-ADESS) do ICICT-Fiocruz que reviu experiências internacionais (OMS, Inglaterra, Canadá e outros) A proposta também considerou experiências nacionais, como, o Pacto pela Saúde e outras iniciativas de avaliação do Ministério da Saúde. 

Por Leônia Vieira, da Agência Saúde – ASCOM/MS 
61-3315-6257/3315-3580 

Exibições: 71

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Comentário de RUBENITA RODRIGUES DA SILVA em 9 junho 2011 às 14:41
OBRIGADA, esse tema me interess

Associe-se

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Pessoal, todas as edições da Revista estão aqui na Plataforma, mas alguns membros se queixaram da dificuldade de localizar os números anteriores. Então, estou abrindo aqui essa janela novamente e colocando todos os números aqui.

A boa notícia é que estamos planejando retomar a Revista em 2020. Aguardem! 

A Diretoria

Revista_BMA_1.pdf

Revista_BMA_2.pdf

Revista_BMA_3.pdf

Revista_BMA_4.pdf

Revista_BMA_5.pdf

Revista_BMA_6.pdf

Revista_BMA_7

Revista_BMA_8

Revista_BMA_9

Siga-nos no Facebook!

© 2020   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}