Better Evaluation: uma iniciativa para disseminar a prática da avaliação

Apontando não apenas para o salto quantitativo necessário, mas essencial para o salto qualitativo que significa ter melhores avaliações, a iniciativa BetterEvaluation foi apresentada em outubro/2012 na 10A Conferência da Sociedade Europeia de Avaliação. Depois de vários meses de gestação, a plataforma já está em operação, algo realmente digno de comemoração..

 

O produto antes de nascer já tinha uma base firme para representar uma interessante iniciativa. Tanto pelo apoio institucional da RMIT University (Austrália), PACT, ILAC, e do Overseas Development Institute e, principalmente, a direção e a gestão da plataforma por reconhecidos avaliadores: Patricia J. Rogers (blogueira do Genuine Evaluation), Kaye Stevens, Simon Hearn e a brasileira Cristina Sette.

Apesar de sua língua nativa ser o Inglês, a plataforma é integrada com o Google Translator, e o resultado da tradução é justo, bom / muito bom na maioria dos casos. Assim, a barreira da língua tende a ser minimizada, neste caso. Basta entrar na página e clicar na opção selecionar idioma, localizada acima da página, e depois que você clicar em Inglês / Portugues ... Voilà!

 

Better Evaluation tem diversos caminhos de exploração. Sem querer fazer uma apresentação detalhada, acho que a opção Comece Aqui (Start Here) nos dá uma visão geral das possibilidades do site, orientando os visitantes e (muito um valioso) levando a torná-los participantes experiência BetterEvaluation.

 

Os impulsionadores do  BetterEvaluation armaram como pano de fundo da plataforma o arco-íris da melhor avaliação. Para localizar-se, tome nota que os métodos, estratégias e processos de avaliação são aqui chamados de "opções", e o site é generoso ao descrever dezenas deles. As opções são organizadas em tarefas de avaliação, por sua vez, agrupados em sete grupos ou clusters: Gestão de avaliação, a definição do objeto de avaliação, o marco de avaliação, a descrição das atividades, resultados, impactos e contexto, a compreensão das causas, a síntese de dados e generalização, e o relatório de avaliação junto com medidas de apoio para a sua utilização.

 

 

Pode-se entrar nesses grupos em várias frentes, de acordo com a curiosidade ou necessidade do leitor, enquanto consciente de uma lista de abordagens de avaliação, com várias conhecidas e muitas outras a conhecer. A seção aborda temas relativos às perspectivas setoriais (agricultura, mitigação das mudanças climáticas, etc), tipos de intervenções (educação, defesa, desenvolvimento social) ou grupos-alvo (agricultores, por exemplo, crianças, família, mulheres).

 

Nestes dias de Web 2.0, o BetterEvaluation abre a porta para o desenvolvimento, aprofundamento, debate e discussão dessas questões. A partir do lançamento da plataforma, Simon Hearn começou uma entrada sobre avaliação de redes, e os comentaristas apareceram rapidamente adicionando recursos, ideias e até mesmo polêmicas.

 

 

 

A participação dos usuários se potencializa a partir de uma forte interrelação da Better Evaluation com as redes sociais mais difundidas (Facebook, Twitter, Linkedin). Uma vez que se inscreve como usuário, também é possível ter seu próprio blog, interagir com outros participantes, participar de foros, etc.

 

Então, se você tem uma necessidade clara e pontual para aprofundar, ou têm o desejo de simplesmente conhecer,  não percam a experiência!!!

 

Fonte: traduzido do post El poder de nosotros Better Evaluation do Blog Al Borde de Caos, por Pablo Rodriguez- Bilella

 

Exibições: 370

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Comentário de SHEILA AP. PEREIRA S.SILVA em 28 dezembro 2012 às 12:18

Fiquei curiosa. Vou explorar a plataforma e ver como me ajuda a conduzir melhor o projeto de avaliação de uma política pública de esporte educacional com o qual estou envolvida. Muito agradecida pelo post.

Associe-se

#Eval4Action

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Pessoal, todas as edições da Revista estão aqui na Plataforma, mas alguns membros se queixaram da dificuldade de localizar os números anteriores. Então, estou abrindo aqui essa janela novamente e colocando todos os números aqui.

A boa notícia é que estamos planejando retomar a Revista em 2020. Aguardem! 

A Diretoria

Revista_BMA_1.pdf

Revista_BMA_2.pdf

Revista_BMA_3.pdf

Revista_BMA_4.pdf

Revista_BMA_5.pdf

Revista_BMA_6.pdf

Revista_BMA_7

Revista_BMA_8

Revista_BMA_9

Siga-nos no Facebook!

© 2020   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}