Como enfrentar as pressões políticas sobre os estudos avaliativos 

Só a mera ingenuidade explicaria a dificuldade inicial dos pesquisadores da área da avaliação de antecipar as complexidades da realidade so-cial e política? Esses pesquisadores (avaliadores) estavam mentalmente pre-parados pelo paradigma newtoniano, dominante nas ciências sociais, para uma exploração ousada das profundezas geladas (imutáveis) do espaço interplanetário. Mas estavam completamente despreparados para o pesa-delo tropical de urna selva darwiniana: um inferno verde fumegante, onde tudo está vivo e agudamente consciente de sua presença e nada espera passivamente para ser afetado por uma força externa. Esse mundo complexo é morbidamente competitivo e estrategicamente imprevisível porque as informações (da avaliação) são poder, e o poder confere vantagem competitiva. A selva darwiniana manipula e engana o viajante incauto apresentando-lhe miríades de finalidades contrárias e conflitantes. As sufocantes roupas espaciais acabaram de ser despidas (Sechrest & Figueredo, 1993, p. 648).

Visite Gestão da Avaliação 

https://equipeavaliadores.blogspot.com/2019/10/a-selva-da-avaliacao...

Exibições: 58

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação para adicionar comentários!

Entrar em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

#Eval4Action

Siga-nos no Facebook!

© 2021   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}