Colegas,

Acho esta discussão muito interessante, principalmente os dois últimos itens. O uso de propensity scores como pesos em uma regressão gera resultados com dupla robustez, além disso é uma forma inovadora e inteligente de lidar com questões de contaminação, permitindo estimativas de ATT, ATE e ATC.

Espero que vocês gostem!

http://blogs.worldbank.org/impactevaluations/tools-of-the-trade-whe...

Exibições: 67

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

#Eval4Action

Siga-nos no Facebook!

Últimas atividades

© 2021   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}