Colegas,

Tenho visto alguns editais do MDS pedindo rotinas de programação em SPSS, além disso várias pessoas me perguntam o tempo todo qual pacote teria a melhor performance. Com base nisso fiz uma pequena pesquisa cujo "resultado" compartilho com vocês.

O SAS é tido como o pacote de primeira escolha para power users. Antigamente, em se tratando da manipulação de banco de dados, o SAS era a escolha natural, dada a sua "programabilidade". Por outro lado, trata-se da linguagem mais difícil, onde é muito difícil identificar erros, etc. A parte gráfica do SAS também deve ser destacada, assim como sua performance realizando análises multivariadas, e modelos ANOVA. 

O SPSS é um software para iniciantes, principalmente por sua interface visual, o que facilita o trabalho em alguns casos. O SPSS também apresenta fraquezas em relação a manipulação simultânea de vários bancos de dados, o que pode ser um grande problema nos casos em que é necessária a utilização de fontes de dados distintas. Embora o SPSS faça a maior parte das análises estatísticas mais importantes é de se destacar a ausência de métodos robustos de estimação  para resultados e erros padrão. Em suma, o SPSS possui limitações que ao longo do tempo levam o programador a migrar para outros pacotes, principalmente o Stata. No caso de políticas públicas é chocante saber que o SPSS não possui rotinas para o trabalho avançado com séries temporais e, tampouco, trabalha com clusters.

O Stata é um software que combina a facilidade de uma linguagem clara e direta com alto poder analítico que agrada a power users e iniciantes. Ainda que a flexibilidade no trabalho com dados brutos seja menor que a do SAS, o Stata compensa esta lacuna pela oferta extensa de comandos de manipulação complexa de dados. O Stata trabalha bem com estimações robustas, tem uma série de comando específicos da área de Treatment Effects, mas por outro lado deixa a desejar em se tratando de análises de variância. O que mais que me agrada no Stata é que este pacote possui a comunidade mais ativa de programadores ávidos pela troca de experiências e busca de soluções comuns para problemas de tratamento e análise de dados, em suma é o pacote que oferece o melhor suporte.

Para quem tiver dúvidas específicas uma pesquisa simples em artigos acadêmicos pode ajudar na escolha do pacote ideal para suas pretensões. Ainda que dependa bastante do maquinário arrisco dizer que o Stata tem uma performance superior aos seus cocorrentes.

Eu trabalho com o Stata e sigo bastante satisfeito, e vc? Qual é o pacote de sua preferência?

Meu abraço.

Luis

Para saber mais:

http://www.ats.ucla.edu/stat/mult_pkg/compare_packages.htm

http://fmwww.bc.edu/GStat/docs/StataVSPSS.html

http://www.stata.com/

http://www-01.ibm.com/software/analytics/spss/products/statistics/

http://www.sas.com/en_us/home.html

Exibições: 5163

Respostas a este tópico

Eu gosto bastante do STATA, mas o R (com a interface do RStudio) acho uma excelente opção, além do mais por ser gratuita (software de fonte aberta). Em termos de pacotes disponíveis, o R não parece deixar a desejar, além de ter uma ótima versatilidade em produção de gráficos. Veja por exemplo: http://www.datasciencecentral.com/profiles/blogs/comparison-of-stat...  

Totalmente de acordo. Para além da produção de gráficos o R é bastante utilizado para a modelagem de equações simultâneas, e na área de psicologia.

O NY Times publicou um artigo alguns anos atrás chamando a atenção para a probabilidade de que pacotes com base no R ganhassem importância e participação no mercado de softwares de análise estatística.

Outros pacotes como Statistica e Matlab, também têm funcionalidades interessantes. De todo modo eu ainda prefiro o Stata, por conta do suporte oferecido, e pela disponibilidade de rotinas específicas na área de Treatment Effects.

Obrigado.

RSS

Associe-se

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

#Eval4Action

Siga-nos no Facebook!

Últimas atividades

Christina Florand é agora um membro de Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação
2 horas atrás
Ícone do perfilGuilherme Miranda Dutra e Daniela Pacheco de Lacerda entraram em Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação
sexta-feira
Cesar de Oliveira curtiu a postagem no blog Aconselhamento de carreira na área de avaliação de carolina proietti imura
quinta-feira
Marcos Paulo Dhein Griebeler postou um evento
Miniatura

Economia Regional & Sustentabilidade em Taquara

16 outubro 2020 de 17 a 19
terça-feira

© 2020   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}