Estou escrevendo meu projeto de mestrado em avaliação de resultados e gostaria de receber sugestões de referencias bibliográficas neste tema em específico. Atenciosamente,

Diana Flach

Exibições: 178

Responder esta

Respostas a este tópico

Diana, descreva um pouco mais sobre que tipo de projeto você está pensando em escrever ou se é de maneira geral para podermos ajudar um pouco mais com a bibliografia.

Eu sempre recomendo bastante o livro da Judy Baker:

http://web.worldbank.org/WBSITE/EXTERNAL/TOPICS/EXTPOVERTY/EXTISPMA...

Mas há muito mais leitura que pode auxiliá-la.

Abraços
Victor,
Meu projeto é sobre a "Avaliação da situação dos casos de hanseníase em menores de 15 anos dos municípios prioritários do Estado do Rio de Janeiro".
Pretendo avaliar as ações desenvolvidas nestes municípios, voltadas para os casos de hanseníase nesta faixa etária. Penso em realizar entrevistas semi estruturadas com os coordenadores de hanseníase destes municípios e analisar os resultados provenientes dos indicadores, das fichas PCID que é o protocolo complementar de investigação diagnóstica em menores de 15 anos + os dados disponíveis no SINAN e nas diversas supervisões. Não pretendo entrevistar os usuários.
Pelo que tenho lido, seria uma triangulação dos dados. A dificuldade está justamente em saber qual o modelo a seguir. Vou ler sua referência.
Abraços e obrigada pela atenção.
Diana
Diana, a triangulação não é necessariamente ruim, ela usada em diversos contextos, as vezes se refere ao compreendimento advindo dos três pontos: teoria, entrevistas, métodos e dados. Esses três componentes interagem para um maior entendimento da dimensão e operação de um programa.

Sobre o caso da Hanseniase, eu não trabalho muito com saúde, e como está no Rio não se se trabalha para a fiocruz, mas vale a pena visitar o site da fundação e ver o que eles tem de publicação nessa área.

http://www.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home

Eu conheço alguns estatísticos aqui na UFMG que trabalham com biometria, talvez algum deles tenha tratado de Hanseniase, mas os textos geralmente são bem quantitativos.

Abraços


Diana Mary Araújo de Melo Flach disse:
Victor,
Meu projeto é sobre a "Avaliação da situação dos casos de hanseníase em menores de 15 anos dos municípios prioritários do Estado do Rio de Janeiro".
Pretendo avaliar as ações desenvolvidas nestes municípios, voltadas para os casos de hanseníase nesta faixa etária. Penso em realizar entrevistas semi estruturadas com os coordenadores de hanseníase destes municípios e analisar os resultados provenientes dos indicadores, das fichas PCID que é o protocolo complementar de investigação diagnóstica em menores de 15 anos + os dados disponíveis no SINAN e nas diversas supervisões. Não pretendo entrevistar os usuários.
Pelo que tenho lido, seria uma triangulação dos dados. A dificuldade está justamente em saber qual o modelo a seguir. Vou ler sua referência.
Abraços e obrigada pela atenção.
Diana
Diana,
o primeiro passo a ser dado por você é a definição da linha teórica/analítica e das hipóteses de trabalho. O manuseio de todas essas suas fontes de dados depende desse encaminhamento inicial.
As dicas do Victor, sugerindo Biometria, parecem muito adequadas. Ter noção de qual metodologia pode ser utilizada ajuda muito no enquadramento.

Não entendo da sua área, mas lido com pesquisa social e terminei meu mestrado há poucos meses. Ter essas definições prévias é de fundamental importância para que você siga um bom caminho.

Boa sorte

Guilherme
Victor,
Obrigada pela dica, mas sinto ainda a necessidade de me aprofundar em alguns conceitos para que eu possa definir qual o desenho do meu estudo.
Vou precisar de um curso de veráo sobre avaliaçao de programas para entender melhor.
Se tiver na FIOCRUZ ou outro local aqui no RJ, por favor me falem.
Grata,
Diana

Guilherme Alberto Rodrigues disse:
Diana,
o primeiro passo a ser dado por você é a definição da linha teórica/analítica e das hipóteses de trabalho. O manuseio de todas essas suas fontes de dados depende desse encaminhamento inicial.
As dicas do Victor, sugerindo Biometria, parecem muito adequadas. Ter noção de qual metodologia pode ser utilizada ajuda muito no enquadramento.

Não entendo da sua área, mas lido com pesquisa social e terminei meu mestrado há poucos meses. Ter essas definições prévias é de fundamental importância para que você siga um bom caminho.

Boa sorte

Guilherme

Responder à discussão

RSS

Revista Brasileira de Monitoramento e Avaliação

#Eval4Action

Siga-nos no Facebook!

© 2022   Criado por Marcia Joppert.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

a.next_photo_link img:hover {transform:scale(1.20);-ms-transform:scale(1.20);-o-transform:scale(1.20);-webkit-transform:scale(1.20);-moz-transform:scale(1.20); transform:scale(1.20);-webkit-transition:all 1s ease-out;-moz-transition:all 1s ease-out;transition:all 1s ease-out;-ms-transition:all 1s ease-out;-o-transition:all 1s ease-out;}